facebook-2048-black_pqn1.png
YouTube-logo-dark_pqn1.png

Monitoramento Ambiental Comunitário de Áreas de
Risco de Deslizamentos nos Morros Urbanos de Antonina

Macar

Deslizamentos ocorridos em março de 2011 no Bairro da Laranjeira – Antonina – PR. O
cenário deste bairro que já foi ponto turístico, após os deslizamentos é como o de um
bairro bombardeado.

O projeto MACAR nasceu da necessidade de orientar a população urbana de Antonina nas evacuações em situações de emergências de deslizamentos e enchentes, trabalho realizado pela Defesa Civil. Assim como orientar as pessoas que moram em áreas de riscos sobre formas de mitigar os deslizamentos e monitorar as encostas e taludes próximos de suas residências. Este projeto integra estagiários contratados e voluntários do Curso Técnico do Meio Ambiente de Antonina com a equipe técnica da ADEMADAN e rede de parceria de Antonina que atuou durante o período de emergência em razão dos deslizamentos ocorridos nos morros urbanos, durante os meses de março e abril de 2011. Segundo relatório da MINEROPAR (2011),foram cadastrados 64 pontos de deslizamentos.

Deslizamentos no Bairro da Laranjeira

Parceria: 

Centro Estadual de Educação Profissional Brasílio Machado – Ensino Médio e Profissionalizante (Antonina).

Apoio Financeiro:

Instituto Ambiental do Paraná, Cattalini Terminais Marítimos e Terminais de Contêineres de Paranaguá.

Objetivo Geral:

A partir de diagnóstico das moradias e moradores das áreas de riscos de deslizamentos nos morros urbanos de Antonina, desenvolver campanhas educativas comunitárias para mitigar os riscos e otimizar planos de evacuações em situações de emergências.

Objetivos Específicos

  • Estabelecer uma rede de parceria para elaborar o questionário diagnóstico das áreas de riscos;

  • Diagnosticar os moradores das áreas de riscos;

  • Diagnosticar os riscos nos terrenos e moradias nas áreas onde ocorreram deslizamentos;

  • Orientar os moradores para mitigar os deslizamento em áreas de riscos;

  • Orientar os moradores de áreas de riscos para situações de emergência e evacuação;

  • Criar um banco de dados (BD) georreferenciado das moradias e comunidades das áreas de riscos de deslizamentos;

Embora pouco divulgado, os deslizamentos ocorridos em março e abril de 2011 nos morros urbanos de Antonina é um marco divisor para o Planejamento Urbano do município, uma vez que grande parte da ocupação se encontra em área de risco se não de deslizamento também de enchentes. O texto abaixo reflete esta realidade, foi extraído do relatório feito pela Mineropar durante o período de emergência.

Nos bairros Quilômetro Quatro e Laranjeiras, nas ruas Guarapirocaba e Leovegildo de Freitas, assim como nos denominados Beco da Viúva e Buraco da Onça, recomendamos interditar em caráter definitivo as áreas de risco para uso e ocupação permanente, principalmente para fins residenciais. Vários desses locais podem ser utilizados como áreas de lazer ou de serviços públicos, tais como praças e canchas de esportes. Este reaproveitamento deverá ser precedido de estudos e execução de obras de engenharia, tendo em vista garantir a segurança dos usuários (MINEROPAR, 2011).

A continuidade do projeto MACAR depende de conseguirmos patrocínio para construir um laboratório de Solos, a fim de monitorar a umidade nas vertentes de risco nos Morros Urbanos de Antonina. Para saber mais conheça o site do projeto:

Patrocinadores:

Parceiros:

Mapa Preliminar de Níveis de Risco e Educação Ambiental

Resumo

Com os acidentes geológicos ocorridos em março de 2011 no Litoral do Paraná, gerando perdas patrimoniais e colocando em risco a permanência das vidas de moradores, fez-se necessário a identificação, caracterização e o monitoramento das vertentes com presença de movimentos de massa. Para tanto a ADEMADAN – Associação de Defesa do Meio Ambiente e do Desenvolvimento de Antonina iniciou os estudos das áreas de risco por meio do Projeto MACAR – Monitoramento Ambiental Comunitário de Áreas de Risco de Deslizamentos nos Morros Urbanos de Antonina. Como parceria técnica está: o Centro Estadual de Educação Profissional Brasílio Machado e a Universidade de Ferrara – Itália. Entre as ações e objetivos do projeto foi desenvolvido o levantamento socioambiental e econômico das áreas delimitadas com risco de movimento de massa; associação e avaliação das bases cartográficas com topografia, uso e ocupação do solo e declividade do terreno; elaboração do Mapa Preliminar de Níveis de Risco de Deslizamentos nos Morros Urbanos de Antonina (2012) e educação ambiental com moradores de áreas de risco, com orientação sobre boas práticas de uso e ocupação do solo a fim de mitigar os riscos de deslizamentos. O projeto abrange 12% da população (2168 moradores), 919 cadastros de casas e 2020 animais, alocados em sistema de informação geográfico – SIG (ambiente GVSIG 2010) e banco de dados em plataforma Access 2007.

 

Palavras-Chave: Deslizamentos em Morros Urbanos, Acidentes Geológicos e Mapa Preliminar de Níveis de Risco

 

Abstract

With the geological accidents occurred in March 2011 on the Coast of Parana, generating losses to property and endangering the lives of the remaining residents, it was necessary to identify, characterize and monitor the slopes with the presence of mass movements. For both the ADEMADAN – Association of Environmental Protection and Development of Antonina began studying the areas of risk through the bore Project – Environmental Monitoring Community Areas at Risk of Landslides in the Hills Urban Antonina. As a technical partnership is: the State Center for Professional Education Brasílio Machado and the University of Ferrara – Italy. Among the actions and goals of the project was developed and socio economic survey of limited areas at risk of mass movement, association and evaluation of cartographic and databases with topography, land use and land cover and land slope, the preparation of the Preliminary Level Map Risk of landslides in the Hills Urban Antonina (2012) and environmental education to residents of areas of risk, focusing on best practices for use and occupation in order to mitigate the risks of landslides. The project covers 12% of the population (2.168 residents), records of 919 houses and 2020 animals were divided into geographic information system – GIS (environment gvSIG 2010) and the database in Access 2007 platform.

Keywords: Landslides in Urban Hills, Accidents Geological Map and Preliminary Risk Level